Paredes Diafragma com Clamshell e/ou Hidrofresa


Paredes moldadas no solo, também conhecidas como Paredes Diafragma ou Contínuas, que quando atirantadas permitem a escavação de subsolos com grandes profundidades.



São cortinas executadas preenchendo-se com concreto armado, após a escavação de trincheiras (lamelas) abertas no terreno e mantida estável com o auxílio de lama bentonítica ou polímero.

A Geofix realiza o monitoramento eletrônico no processo de execução para o controle de verticalidade e posicionamento da escavação com a utilização de Clamshell Hidráulico. Este processo modernizou a técnica de escavações e fundações podendo ser utilizadas em:

Elementos de contenção de água e terra (diafragmas rígidos), em escavações provisórias ou permanentes como vias, estações e galerias enterradas ou semienterradas; subsolos de edifícios, casas de bombas, turbinas ou reatores, etc., e ainda obras portuárias, barragens, diques e eclusas. Além da função de contenção, as paredes podem ainda receber cargas verticais.



Elementos impermeabilizantes (diafragmas plásticos), visando o controle da percolação de escavações em solos contaminados, diques, barragens, reservatórios;



Elementos de fundação (estacas Barrete), transmitindo cargas a camadas mais profundas.O desenvolvimento de equipamentos de escavação, centrais de processamento de lama ecológicas com recicladores permitindo total reaproveitamento da lama sem descarte, possibilitaram um novo avanço na sustentabilidade deste serviço.



O desenvolvimento dos equipamentos de escavação, em conjunto com as centrais de processamento ecológico de lama bentonítica através do sistema Reciclador e Floculador, possibilitaram um novo avanço na sustentabilidade deste serviço, em consequência ao reaprimoramento da lama e redução no consumo de água.

 
Vantagens


Execução sem as vibrações e o ruído inerente à cravação de estacas de fundações ou escoramento


Possibilidade de atravessar camadas de grande resistência


Como elementos de suporte de escavações, as paredes possuem grande resistência e pequena deformabilidade, o que as coloca como solução mais indicada para suporte de escavações próximas a prédios existentes


Frequentemente mais econômico devido à incorporação das paredes à estrutura permanente



MÉTODO EXECUTIVO E CUIDADOS NA EXECUÇÃO




Fases de Execução

Para a execução da parede diafragma são realizadas várias operações que interligam-se entre si e cada uma deve ser planejada com antecedência para que não haja imprevistos.


Podemos destacar as seguintes fases bem definidas, a saber:

   a) Execução da mureta guia;

   b) Fabricação da lama;

   c) Escavação;

   d) Troca da lama;

   e) Colocação da armadura;

   f) Concretagem.



Execução da Mureta Guia

A execução da parede diafragma é precedida pela execução de muretas guias, que tem por objetivo:

• Definir o caminhamento da parede, servindo de guia para a ferramenta de escavação "clamshell";

• Impedir o desmoronamento do terreno próximo a superfície devido a grande e permanente variação do nível de lama; devido a entrada e saída do clamshell na escavação;

• Garantir uma altura de lama compatível com o nível do lençol freático (h = 2,00m).










 


Veja outros
serviços

Estaca Raiz
Estaca Hélice Contínua
Estacas Escavadas de Grande Diâmetro e/ou Barrete
Paredes Diafragma com Clamshell e/ou Hidrofresa
Prova de Carga Estática
Tirantes
 

Geofix Fundações


São Paulo 11 2148-9300

Belo Horizonte 31 3262-0247

Rio de Janeiro 21 2524-7812

Copyright Geofix Fundações    Termos e Condições Politica de Privacidade